Psiquiatra para criança… Isso existe?!

Psiquiatra para criança… Isso existe?!

Psiquiatra para crianças… Isso existe?!

A Psiquiatria da Infância e Adolescência é uma especialidade médica responsável por prevenir, atender, diagnosticar e reabilitar crianças e adolescentes com algum grau de sofrimento psíquico.

O sofrimento psíquico é caracterizado por um desconforto emocional intenso e duradouro, como angústia, tristeza, isolamento social, entre outros sintomas.
E a pergunta que sempre surge: crianças apresentam esse tipo de sofrimento?! Sim!
Estudos mostram que 12% das crianças e adolescentes apresentam algum transtorno psiquiátrico, como transtornos de ansiedade, transtornos depressivos e transtornos de comportamento.

E como identificar se seu filho apresenta algum sofrimento?!
É importante sempre observar o comportamento normal de seu filho e se houve alguma mudança significativa nas últimas semanas; caso note algum comportamento diferente do habitual, procure auxílio.
Aqui são alguns sinais de alerta para mudanças de comportamento que podem significar algum sofrimento:
1. Se sua criança está mais isolada ou se queixa de tristeza por duas semanas ou mais;

2. Se sua criança tem medo assustador sem razão e fica com o coração disparado ou respiração muito rápida devido ao medo;

3. Se sua criança se envolve em brigas e discussões com frequência;

4. Se sua criança apresenta dificuldade importante em se concentrar e/ou de permanecer quieta, trazendo-lhe dificuldades escolares;

5. Se sua criança apresenta mudanças de humor marcantes, com mudanças de comportamento.
Importante lembrar que cada faixa etária da infância e da adolescência tem suas particularidades, sendo assim necessário a avaliação do especialista para diferenciar se a alteração do comportamento é esperado pela situação ou se é algo patológico que necessite de intervenção.
Outro diferencial importante é que crianças são “termômetros” do clima familiar, elas costumam perceber quando há algo diferente acontecendo na família. Então, mesmo quando não é falado à criança, ela sente a diferença e pode apresentar alterações de comportamento e/ou humor.
Saber da existência e das funções de um psiquiatra da infância e adolescência é necessário, no entanto lembrem-se: não são todas e nem a maioria das crianças que apresentam transtornos psiquiátricos! E como pais, o imprescindível é conhecer sua criança, seu comportamento e suas alterações normais!

Dra Carolina Marçal

CRM-SP 134.794
Psiquiatra da Infância e Adolescência
Coordenadora da Psico-Oncologia da Infância e Adolescência do AC Camargo Câncer Center
Coordenadora Médica do Centro de Referência em Autismo do Centro de Atenção Integral à Saúde Mental da Irmandade da Santa Casa de São Paulo (CAISM)

Participe!